VALORIZANDO A CHAMADA MINISTERIAL

 VALORIZANDO A CHAMADA MINISTERIAL
INTRODUÇÃO:

A chamada ministerial precisa ser valorizada, não apenas por aqueles que são chamados por Deus, como também por toda a comunidade cristã.Valorizar , é o ato ou efeito de reconhecer as qualidades de alguém, de um feito ou de algo. Valorizar a chamada ministerial, é o ato ou efeito de reconhecer a importância da vocação divina para o Santo Ministério. Jamais devemos argumentar ou questionar os critérios divinos para a escolha das pessoas que são chamadas para o Ministério. Em Mc.3.13, está escrito que Jesus “Depois, subiu ao monte e chamou os que Ele mesmo quis, e vieram para junto Dele”. Jesus chama os que Ele quer, e não os que nós queremos. A chamada ministerial precisa ser valorizada, porque, ela veio do alto. Jesus subiu ao monte para chamar os seus discípulos, para revelar a eles que, a sua chamada partiu do alto, partiu do Monte. Em Ex.19.20, está escrito que “Descendo o Senhor para o cimo do monte Sinai, chamou o Senhor a Moisés para o cimo do monte. Moisés subiu”. A nossa chamada deve ser valorizada, porque, ela veio do alto, ela veio do Senhor. A chamada ministerial precisa ser valorizada, porque, nós fomos constituídos como “embaixadores em nome de Cristo” (2 Co.5.20). Embaixador, sugere a idéia de alguém enviado no lugar de seu Senhor ou Rei e autorizado com a sua autoridade. O Ministro do Evangelho é um Embaixador que está autorizado a agir em Nome de Cristo. O Embaixador de Cristo é um cidadão do céu (Fp.3.20-21) enviado a homens rebeldes, no lugar do seu Rei, Cristo, com o objetivo de oferecer as condições de paz que o Evangelho oferece. A honra e a glória do seu Rei e Senhor dependerão de suas palavras e comportamento. Por isso, a chamada ministerial precisa ser muito valorizada.

I- TIPOS DE CHAMADA

Existem vários tipos de chamada: 1)- Chamada Universal; 2)- Chamada Ministerial; 3)- Chamada Especifica. Vejamos:

1- CHAMADA UNIVERSAL – A chamada universal é extensiva a todas as pessoas indistintamente. Todas as pessoas são convidadas para a salvação e chamadas para o arrependimento (Mt.11.28; At.17.30; 1 Tm.2.3-5; Ap.22.17 etc..). As pessoas que atendem ao chamado para o arrependimento e a salvação, também atendem aos seguintes chamados:
1.1-Chamados para o seu reino – 1 Ts.2.12
1.2-Chamados á liberdade – Gl.5.13
1.3-Chamados para ser filhos de Deus – Rm.9.26
1.4-Chamados para ser irmãos de Cristo – Hb.2.11
1.5-Chamados para a sua maravilhosa Luz – 1 Pd.2.9
1.6-Chamados para as Bodas do Cordeiro – Ap.19.9
1.7-Chamados pelo Senhor nosso Deus – At.2.39

2- CHAMADA MINISTERIAL – A chamada ministerial é uma espécie de “segunda chamada”. A primeira chamada é para o arrependimento e a salvação. A segunda chamada é a convocação do Senhor da seara ás pessoas escolhidas para o exercício da obra de Deus. A primeira chamada é para todos, porém, a segunda chamada é para um grupo seleto. Quando Deus escolheu a nação de Israel para ser o seu povo peculiar, Ele chamou todas as 12 Tribos (Gn.49.28; Ex.19.4-6). Porém, dentre as 12 Tribos, Ele escolheu e chamou para o Santo Ministério, apenas a Tribo de Levi (Nm.1.47-54; 17.1-8 etc..). A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, todos os homens chamados por Deus precisavam ser qualificados. Existe um ditado que diz: “Deus não chama os capacitados, porém, capacita os que Ele chama”. Porém, acrescento o seguinte: “Deus chama os capacitados por Ele, e capacita também os que Ele chama”. Vejamos:
2.1- Moisés se achava incapaz, mais era capacitado, e Deus o capacitou ainda mais (Ex.4.1-12). Um homem formado em todas as ciências do Egito não poderia ser incapaz (At.7.22).
2.2- Os homens escolhidos para ajudar Moisés precisavam ser qualificados e capazes – Ex.18.21
2.3- Os 70 Anciãos auxiliares de Moisés precisavam ter as qualidades de lideres – Nm.11.16-17
2.4- Em 1 Crônicas 9.13, havia 1.700 homens capazes para a obra do Ministério da Casa de Deus.
2.5- Os Engenheiros e Arquitetos do Tabernáculo precisavam ser qualificados – Ex.31.1-11 e 36.1
2.6- Os Arquitetos e Engenheiros do Templo de Salomão precisava ser qualificados – 2 Cr.2.13-14
2.7- Os primeiros obreiros consagrados na Igreja Primitiva precisavam ser qualificados – At.6.3-5

2.8- Em 1Timóteo 3.1-13, estão todas as qualificações exigidas nas pessoas chamadas para o Ministério.

3-CHAMADA ESPECIFICA – A chamada especifica é uma escolha nominal do Senhor, com o objetivo de enviar e escolher pessoas para uma missão ou obra especial. Vejamos:
3.1- Os 12 Apóstolos foram chamados nominalmente e escolhidos para uma missão especial e especifica de serem as colunas principais da Igreja (Gl.2.9; Ef.2.20 e Ap.21.14).
3.2- Paulo foi chamado de forma especifica para levar o Nome do Senhor perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel (At.9.1-15). Paulo foi designado por excelência como o “Apóstolo dos Gentios” – 1 Tm.2.7
3.3- Barnabé e Saulo foram chamados nominalmente pelo Espírito Santo para uma obra especifica – At.13.2-4
3.4- Bezaleel e Aisamaque foram chamados nominalmente por Deus para a obra especifica do Tabernáculo – Ex.31.1-11
3.5- Em Gn.6.13, Noé foi chamado de forma especial e para uma obra especifica de construir a Arca.
3.6- Em Gn.12.1-3, Abraão foi chamado de forma especial e para uma missão especifica de todas as famílias da terra serem abençoadas por sua causa.
3.7- Em Gn.28.12, Jacó foi chamado de forma especial e com a missão especifica de ser o progenitor das 12 Tribos que formariam a nação de Israel.
3.8- Em Gn.41.38-43, José foi chamado de uma forma especial e para uma missão de governar o Egito e administrar uma crise mundial.
3.9- Em Ex.3.7-10, Moisés foi chamado com uma missão especial de libertar o povo de Israel do Egito.
3.10- Em Nm.27.18-23, Josué foi chamado com a missão especial de introduzir o povo de Israel na Terra Prometida.
3.11- Em 1 Sm.3.1-10, Samuel foi chamado de forma especial para realizar uma grande obra em Israel.
3.12- Em 1 Sm.16.13, Davi foi chamado de uma forma especial e escolhido pelo próprio Deus para ser o maior rei da História de Israel.
3.13- Em 1 Rs.19.19, Eliseu foi chamado de forma especial para suceder o profeta Elias.
3.14- Em Is.6.8-9, Isaías foi chamado de forma especial para ser o maior profeta evangélico do Antigo Testamento.
3.15- Em Jr.1.5, Jeremias foi chamado por Deus desde o ventre de sua mãe para ser o profeta das nações.
3.16- Em Ez.2.1-8, Ezequiel foi chamado por Deus para uma missão especial de ser um atalaia de Deus.
3.17- Em Am.7.15, Amós foi chamado de forma especial para profetizar ao povo de Israel.
3.18- Em Jn.1.2, Jonas foi chamado para uma missão especial de pregar para os ninivitas.
3.19- Em Gl.1.15-16, Paulo foi chamado desde o ventre materno para uma missão especial de tornar o mistério de Deus conhecido entre os gentios.

4- AS TRÊS FASES DE UMA CHAMADA MINISTERIAL

A chamada ministerial pode ser dividida em três fases: 1)-Vinde; 2)-Ficai; 3)- Ide. Vejamos:

4.1- VINDE – Em Mt.4.18-19, Jesus observando a Pedro e André, disse-lhes: “VINDE após mim, e eu vos farei pescadores de homens”. Primeiro, Jesus nos chama para aprendermos com Ele. “Vinde a mim…e aprendei de mim…” (Mt.11.28-29), esse foi o convite de Jesus extensivo a todos. Ninguém pode ser chamado para o ministério, se primeiro, não nascer de novo. Nicodemos era um mestre da Lei, porém, não havia ainda nascido de novo (Jo.3.1-10).

4.2- FICAI – Em Lc.24.49, Jesus disse aos seus discípulos: “Ficai na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder”. Esse “ficai”, fala da preparação que o obreiro precisa ter. Antes de ir, o obreiro deve ficar em Jerusalém. Jerusalém simboliza o nosso lugar de preparação, até que sejamos revestidos de poder e capacitados para exercermos o nosso ministério. O obreiro chamado por Deus precisa investir na sua educação e desenvolver a sua aptidão para o ensino da palavra de Deus (1 Tm.3.2). Paulo aconselhou a Timóteo se aplicar á leitura (1 Tm.4.13). O obreiro chamado por Deus deve se aplicar á leitura da Palavra de Deus e de outros bons livros (2 Tm.4.13). Em Ef.6.15, Paulo afirma que devemos calçar os pés com os sapatos da preparação do Evangelho da Paz. Para pisarmos em serpentes e escorpiões é preciso estarmos calçados (Lc.10.19). O obreiro não pode sair por ai descalço, é preciso estar bem calçado, e revestido de toda a armadura de Deus.

4.3- IDE- A terceira fase da chamada ministerial é IDE. “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura” (Mc.16.15). Para ir é preciso já estar preparado. Entre o VINDE e o IDE deve haver um bom período de preparação. Os discípulos permaneceram três anos e meio aprendendo aos pés do Mestre dos mestres. Paulo permaneceu um bom tempo se preparando (Gl.1.15-18). Na fase do IDE, o obreiro chamado por Deus já deve ter o selo da aprovação divina ( 1 Tm.2.15). Tendo já a aprovação divina de seu ministério, o homem chamado por Deus deve então obedecer o seguinte IDE: “IDE, portanto, fazei discípulos de todas as nações…” (Mt.28.19).
II- VALORIZANDO A CHAMADA MINISTERIAL

A)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2 Co.3.7-8, Paulo afirma que, se o ministério da Antiga Aliança se revestiu de glória, “como não será de maior glória o ministério do Espírito!”
B)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2 Co.4.1, Paulo afirma que “tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos”.
C)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2 Co.5.18, Paulo afirma que Deus nos deu o “ministério da reconciliação”.
D)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2 Co.6.3, Paulo afirma que não devemos dar nenhum motivo de escândalo, para que o nosso ministério não seja censurado.
E)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em Cl.4.17, Paulo aconselhou a Arquipo, dizendo: “Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para o cumprires”.
F)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 1 Tm.1.12, Paulo afirma que devemos ser gratos a Jesus Cristo, por nos ter designado para o ministério.
G)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2 Tm.4.5, Paulo aconselhou a Timóteo cumprir integralmente o seu ministério.
H)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2 Tm.4.11, Paulo valorizou a chamada ministerial de João Marcos.
I)- A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em Hb.8.6, está escrito que Jesus teve um Ministério Excelente! Devemos também procurar desenvolver um ministério excelente.
 
 
 
 
 
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: